quarta-feira, 26 de outubro de 2011

SÃO LONGUINHO



Já estava fazendo uma semana sem postar nada neste blog, então de posse do rascunho que tinha feito no dia anterior me sentei em frente ao PC, liguei e instintivamente procurei meus óculos. Prá minha surpresa e decepção, o importante artefato não estava ali onde sempre o deixava. Uso a tal peça para ler e escrever somente, pois tenho boa visão para alem de um metro de distancia. Posso até ler ou escrever sem eles, mas certamente terei algum trabalho, pois as letrinhas começam a se sobreporem e até criarem um bonito efeito de celofane. Então me dispus a procurá-lo pela casa, na estante, em cima da televisão, dentro do sofá e na geladeira. Procurei no cesto de roupa suja e nada. Virei a casa de pernas pro ar, e já desesperado liguei no serviço de minha esposa, na esperança dela ter pegado ele por engano pensando que fosse o seu, mas ela disse não estar com ela. Pronto, agora eu tinha me danado mesmo, pois no dia seguinte ainda teria que prestar os exames de psicotécnico para renovação de habilitação, eu estava definitivamente ferrado. Preocupado, dei mais uma boa procurada pela casa e novamente nada achei. Não sobrou lugar nenhum que não procurasse, voltei até ao local em que estivera no dia anterior executando um serviço. A dona da casa se dispôs até me levar até o local da obra, mas também não havia sido ali que eu perdera meus óculos. Decepcionado e até nervoso me lembrei que ao ligar para minha esposa ela me falara para invocar por São Longuinho, explicou ela que ele era o santo que ajudava a achar as coisas perdidas. Restava-me então apelar para o santo, o fiz com bastante fé, pois era só o que me restava. Acreditem se quiserem, após repetir em voz alta o pedido me dediquei novamente a procurar nos mesmos locais onde já tinha estado, e incrivelmente me veio uma vontade imensa de procurar no cesto de roupas sujas novamente, olhei nos bolsos de uma calça jeans não estava, então apanhei a camisa de malha que estava embaixo e ao apalpá-la lá estava ele. Pessoal, não levou dois minutos após o pedido eu achei meus óculos. O santo é porreta mesmo, mas após achar o que procura tem que cumprir com a promessa, que é simplesmente dar três pulinhos e três vivas para São Longuinho.

Satisfeito e mais calmo me dispus a pensar na importância de São Longuinho, pesquisei alguns sites e li que ele não foi exatamente canonizado pela igreja católica, mas desde os primórdios tem grande adoração por milhares de fieis em vários países. Um grande santuário em Portugal exibe a sua estátua, e também uma igreja em Guararema, interior de São Paulo possui sua imagem. Em sua estátua e imagem ele sempre porta uma grande lança. Explica os historiadores que seu nome origina-se do grego “LONKHE” que quer dizer lança. Seu nome de batismo é Cassio, e historiadores dizem que São Longuinho foi um dos centuriões romanos que guardaram a crucificação de Jesús Cristo. Aguardava-se um tempo para que os crucificados morressem de inanição e para comprovarem se estavam mortos os centuriões lhes espetavam a lança no abdômem para ouvir seus gemidos, mas ao fazê-lo em Jesús Cristo  levou pelo rosto um jorro do sangue de Jesús. 

O sangue que correu-lhe pelos olhos o curou de um problema que tinha nas vistas, então naquele momento, Cássio se converteu ao cristianismo, abandonando o exército romano e se refugiando na Cesaréia, onde algum tempo depois foi encontrado e decapitado pelos soldados romanos. A bíblia cita no novo testamento trechos da história de São Longuinho”Ver (27:54), Marcos (15:39) e Lucas (23:47).”